A forma da água| #ElasNoOscar | Testes de representatividade

Continuamos com o nosso Especial do Oscar 2018 – #ElasNoOscar, analisando os filmes indicados à categoria de Melhor Filme na premiação deste ano. No primeiro post explicamos tudinho sobre os testes de representatividade analisados e detalhamos esta série especial. Confira!

O oitavo filme analisado foi “A forma da água”, o maior indicado entre os filmes concorrentes, com treze indicações. São elas: Melhor Filme, Melhor Roteiro Original (Guillermo del Toro e Vanessa Taylor), Melhor Direção (Guillermo del Toro), Melhor Direção de Fotografia (Dan Lausten), Melhor Figurino (Luis Sequeira), Melhor Atriz (Sally Hawkins no papel de Elisa Esposito); Melhor Atriz Coadjuvante (Octavia Spencer como Zelda Fuller), Melhor Ator Coadjuvante (Richard Jenkins como Giles), Melhor Edição de Som (Nathan Robitaille e Nelson Ferreira), Melhor Mixagem de Som (Christian T. Cooke, Glen Gauthier e Brad Zoern), Melhor Edição (Sidney Wolinksy), Melhor Designer de Produção (Paul D. Austerberry, Shane Vieau, Jeffrey A. Melvin) e Melhor Trilha Sonora Original (Alexandre Desplat).

a forma da agua 3

Sinopse

Elisa Esposito (Sally Hawkins) vive em cima de um cinema, é apaixonada por filmes e trabalha limpando o Centro de Pesquisa Aeroespacial juntamente com sua colega de trabalho Zelda Fuller (Octavia Spencer). Certo dia, aparece no laboratório uma criatura misteriosa, que está sendo utilizada em pesquisas e testes, como forma de obter vantagem para os EUA frente à União Soviética na corrida pela soberania, em plena Guerra Fria. Elisa, uma moça curiosa, resolve descobrir do que se trata e acaba se aproximando da criatura, mudando para sempre sua vida.

Sob a ótica das mulheres

São apresentadas cinco mulheres na trama: Elisa Esposito, Zelda Fuller, Elaine, Sally e Yolanda.

Elisa Esposito é a personagem principal, mulher independente que se sente deslocada e solitária por ser diferente das pessoas à sua volta: ela é muda desde criança. Apesar de se sentir solitária, é uma pessoa muito generosa, sendo fiel companheira de seu vizinho Giles. Elisa é obstinada, prática, inteligente e solidária.

Zelda Fuller é a segunda mulher negra que aparece em nossa análise dos filmes indicados ao Oscar 2018. É uma mulher de opiniões fortes, sem medo de se expressar e muito observadora.

Elaine é a esposa do chefe da segurança, Richard Strickland, e aparece em poucos momentos. É a “perfeita” dona de casa, mãe e esposa submissa.

Sally e Yolanda trabalham também no Centro de Pesquisa. Sally é secretária do chefe da segurança e Yolanda aparece apenas nos momentos de batida de ponto dos funcionários e saída para casa. Portanto, as duas têm pequenas aparições durante o filme.

O filme trata de vários assuntos através da história de alguns personagens e também pela inserção de momentos históricos: racismo, guerra fria, solidão, diversidade, preconceito, homofobia, assédio sexual no trabalho e além disso, homenageia o cinema clássico.

a forma zeldaa
Elisa e Zelda

Ficha Técnica

A ficha técnica conta com 8,33% de representatividade feminina, sendo que a única função que tem uma mulher participando, conforme as funções analisadas, é a de roteiro. Justamente por essa função, Vanessa Taylor está concorrendo ao Oscar de Melhor Roteiro Original juntamente com Guillermo del Toro (diretor, roteirista e produtor do filme).

Elenco Principal

Nos créditos iniciais do filme, são apresentados oito nomes e dois deles são de mulheres. Sendo assim, o longa conta com 25% de representatividade feminina, que são as personagens que mais participam da trama, em um universo predominantemente masculino.

Bechdel-Wallace

Aprovado.

O filme passa no teste Bechdel devido a diversos diálogos entre Yolanda e Zelda, Zelda e Elisa.

Mako-Mori

Aprovado.

Apesar de no desmembrar da história o arco dramático da personagem se apoiar na criatura, foi percebido que Elisa já apresentava independência e o apoio que existia a sua volta não era a serviço somente dos personagens masculinos. Diferentemente do que acontece em Trama Fantasma (veja aqui), em que a personagem está a serviço do personagem masculino, e em The Post: a guerra secreta (veja aqui), em que a personagem precisa dos personagens masculinos para construir o seu arco dramático.

Tauriel

Aprovado.

Apesar de se tratar de uma história de amor, no fim das contas, Elisa não está na história somente para desempenhar par romântico de algum personagem.

Barnett

Reprovado.

Na primeira pergunta o filme passa, tendo em vista que tanto os diálogos femininos quanto os masculinos não tratam só sobre o sexo oposto. Todavia o filme reprova na segunda pergunta, já que o personagem Richard Strickland trata como normal/aceitável o assédio sexual a Elisa e tem acessos de violência contra alguns personagens para descobrir onde se encontra a cobaia desaparecida.

a forma da agua capa

 

Aspectos da análise

1) Sinopse geral do filme de acordo com a percepção do Arte Aberta evitando spoilers; 2) A ótica das mulheres; 3) Representatividade feminina na ficha técnica (Direção, Roteiro, Produção, Produção Executiva, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Figurino, Trilha Sonora, Edição de som, Mixagem de Som, Edição, Efeitos Especiais e Maquiagem); 4) Representatividade feminina no elenco principal; e 5) Análise dos Testes de Representatividade.

Testes de representatividade

Teste Bechdel-Wallace: As mulheres têm nome? Se falam? É sobre homem?

Teste Mako Mori: Tem mulher? Tem arco dramático? É apoiado no arco do homem?

Teste Tauriel: Tem mulher? Ela só está na trama para ser par romântico/possui competência em algo?

Teste Barnett: Tanto homens quanto mulheres falam entre si só sobre o sexo oposto? Os personagens masculinos têm comportamento atrelado à violência que trate como humor/falta de seriedade/normal/aceitável/como se alguém merecesse a violência?

Leia mais sobre a série #ElasNoOscar:

The Post: a guerra secreta

Trama fantasma

O destino de uma nação

Me chame pelo seu nome

Dunkirk

Corra!

Lady Bird: é hora de voar

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s