Me chame pelo seu nome | #ElasNoOscar | Testes de representatividade

Continuamos com o nosso Especial do Oscar 2018 – #ElasNoOscar, analisando os filmes indicados à categoria de Melhor Filme na premiação deste ano. No primeiro post explicamos tudinho sobre os testes de representatividade analisados e detalhamos esta série especial. Confira!

O quarto filme analisado é Me chame pelo seu nome, de Luca Guadagnino, indicado a quatro categorias: Melhor Filme; Melhor Ator (Timothée Chalamet), Melhor Roteiro Adaptado (James Ivory)  e Melhor Canção Original (Sufjan Stevens pela música Mystery of Love).

Sinopse

Na cidade de Crema, no interior da Itália, em 1983, o professor de arqueologia, Mr. Perlman, recebe em sua casa o acadêmico americano Oliver, para ajudar a organizar o seu trabalho. O pesquisador desperta a curiosidade de Elio, filho do patriarca da família. Inicia-se, assim, a descoberta amorosa de Elio e desse novo membro temporário da casa.

Sob a ótica das mulheres

O filme é equilibrado na apresentação de personagens femininas e masculinas, entretanto a história foca nos homens Oliver e Elio, e, em alguns momentos, no Mr. Perlman.

As mulheres mais presentes na trama são: Annella, Mafalda, Marzia e Chiara.

Annella, matriarca da família, desempenha um papel fundamental na aceitação do filho com a sua sexualidade. É uma mulher inteligente, mas sua história não desenvolve um arco dramático.

Mafalda, funcionária da família, ajuda nas tarefas diárias de recepção de convidados e mantém a organização da casa.

Chiara e Marzia, fazem parte do grupo de amizade de Elio. Chiara tem um breve envolvimento com o Oliver e Marzia com Elio. O envolvimento com Marzia é mais desenvolvido na trama, justamente quando Elio está em conflito sobre o que sente por Oliver. Depois que ele de fato entende, ele a abandona. Ela o procura uma vez e não tem resposta, na segunda, ela compreende que a amizade deles pode funcionar.

Ficha Técnica

A ficha técnica analisada tem 38,46% de representatividade feminina. As funções unicamente exercidas por mulheres são de Maquiagem, Figurino e Direção de Arte.

Elenco Principal

Nos créditos iniciais do filme, são apresentados 10 nomes, metade são de mulheres (50% de representatividade).

Bechdel-Wallace

Aprovado.

O filme passa no teste de Bechdel. Apesar de existirem muitas personagens femininas, as que têm nome não possuem tanta fala entre si.  

Mako-Mori

Reprovado.

Não há um arco dramático que sustente as personagens da trama, a que mais chega a ter sua história desenvolvida é Marzia, que tem um breve romance com Elio, mas a narrativa da personagem não é aprofundada.

Tauriel

Aprovado.

Annella se demonstra competente, apesar de não possuir arco dramático. Ela é importante para história e não é somente devido ao fato de ser esposa de Mr. Perlman.

Barnett

Aprovado.

O filme tem poucas personagens femininas com diálogos entre elas, mas, pelo menos, como analisado no teste Bechdel, o assunto não é sempre só sobre homens. Os homens, por sua vez, têm assuntos variados além de mulheres. Não há cena de violência atrelada ao sexo masculino, fazendo com que o filme seja aprovado no teste.

me chame pelo seu nome

Aspectos da análise

1) Sinopse geral do filme de acordo com a percepção do Arte Aberta evitando spoilers; 2) A ótica das mulheres; 3) Representatividade feminina na ficha técnica (Direção, Roteiro, Produção, Produção Executiva, Direção de Fotografia, Direção de Arte, Figurino, Trilha Sonora, Edição de som, Mixagem de Som, Edição, Efeitos Especiais e Maquiagem); 4) Representatividade feminina no elenco principal; e 5) Análise dos Testes de Representatividade.

Testes de representatividade

Teste Bechdel-Wallace: As mulheres têm nome? Se falam? É sobre homem?

Teste Mako Mori: Tem mulher? Tem arco dramático? É apoiado no arco do homem?

Teste Tauriel: Tem mulher? Ela só está na trama para ser par romântico/possui competência em algo?

Teste Barnett: Tanto homens quanto mulheres falam entre si só sobre o sexo oposto? Os personagens masculinos têm comportamento atrelado à violência que trate como humor/falta de seriedade/normal/aceitável/como se alguém merecesse a violência?

 

Leia mais sobre a série #ElasNoOscar:

The Post: a guerra secreta

Trama fantasma

O destino de uma nação

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s