Precisamos falar do assédio | Crítica

Precisamos falar do assédio expõe as diversas formas de violência contra a mulher Pai, padrasto, marido, primo, namorado, pastor, pai de santo, médico, professor, amigo, amigo-da-galera, desconhecido. Na infância, adolescência ou na vida adulta. Não há regra. O que há são mulheres violentadas – moral e/ou fisicamente. Traumas quase insuperáveis. Ensinamentos de que o calar era mais importante do que o falar. Foi assim mesmo? … Continue reading Precisamos falar do assédio | Crítica